Aguarde, Buscando Vaga

10 dicas para viajar pela Europa Ocidental dentro do orçamento

anúncios

A Europa Ocidental é a primeira viagem que muitos mochileiros fazem como forma de testar as águas. Embora seja uma parte divertida do mundo viajar, também pode ser caro para aqueles que não sabem como encontrar alternativas de baixo custo para hotéis e restaurantes com armadilhas para turistas. Para o mochileiro falido que vai para a Europa Ocidental pela primeira vez para ver a Torre Eiffel em Paris, os campos de tulipas na Holanda ou o Coliseu em Roma, essas 10 dicas podem ajudar a tornar a viagem mais barata.


anúncios

10 Hospede-se em dormitórios de albergue

Os albergues são o caminho a percorrer quando se tenta economizar dinheiro na estrada como mochileiro. Mais especificamente, escolher dormitórios de albergue em vez de quartos privados é a opção mais barata. Muitos albergues têm dormitórios de 4, 6, 8, 12 ou até 16 camas. Embora possa não ser o mais confortável, optar por um quarto com mais pessoas muitas vezes pode reduzir muito o custo da acomodação. Usar sites como o Hostelworld.com é uma ótima maneira de descobrir como outros mochileiros acharam a experiência de se hospedar em um lugar. Sempre tente reservar um lugar com uma classificação de 7,5 ou superior (se estiver no orçamento).

9 Procure acomodação com café da manhã de cortesia

Outra ótima forma de economizar como mochileiro é escolher um hostel que ofereça café da manhã cortesia incluso no valor do quarto ou cama. Esses cafés da manhã são geralmente simples, mas fartos, permitindo que os viajantes se abasteçam de proteínas para o dia sem ter que gastar dinheiro extra todas as manhãs.

anúncios

8 Use uma carteira de estudante

Para mochileiros que ainda estão na faculdade ou universidade, trazer uma carteira de estudante na viagem é uma maneira fantástica de economizar dinheiro. Muitos lugares na Europa oferecem preços com desconto para estudantes porque eles entendem que estão trabalhando com um orçamento limitado. Museus em grandes cidades como Amsterdã são um ótimo exemplo de onde uma carteira de estudante pode ser útil.

7 Viaje com um grupo de amigos

Viajar com um grupo muitas vezes pode ser mais barato do que viajar sozinho ou com outra pessoa, se for feito corretamente. Por exemplo, se os viajantes tiverem um grupo de 4 ou mais pessoas interessadas em ficar na mesma cidade, eles poderão dividir o custo de um aluguel do Airbnb por tarifas mais acessíveis do que reservar uma cama em dormitório de albergue para cada um.

Relacionado: Onde ficar ao fazer um mochilão em Belgrado, a capital da festa na Europa

6 Leve uma garrafa de água reutilizável

Uma das maiores despesas que os viajantes não esperam incorrer em um dia quente de verão na Europa Ocidental é a compra de água engarrafada. Especialmente perto das principais áreas turísticas, os preços da água engarrafada são astronômicos. Lembrando de trazer uma garrafa de água reutilizável que pode ser recarregado durante toda a viagem a partir da torneira. Ao viajar para destinos onde a água da torneira não é segura para beber, basta levar uma garrafa de água reutilizável com filtro de alta qualidade.

5 Faça sua pesquisa antes da partida

Planejar com antecedência pode ajudar os mochileiros a economizar muito dinheiro na estrada. Por exemplo, saber que tipo de adaptador de tomada é necessário para o país que está visitando garante que eles comprem em casa e levem consigo, em vez de gastar dinheiro com um produto superfaturado em um aeroporto ou estação de trem. Além disso, imprimir documentação como comprovante de vacinação ou cartões de embarque de companhias aéreas com antecedência pode economizar dinheiro e tempo na estrada.

4 Obtenha um cartão eSIM com um aplicativo como o Airalo

Muitos norte-americanos (principalmente canadenses) sabem que o custo de pagar diariamente pelo roaming de dados em seu plano de celular é simplesmente exorbitante. Embora alguns viajantes optem por ficar sem dados e usar o Wi-Fi gratuito ao longo do caminho quando podem, existem alternativas para incorrer em tarifas de roaming de dados enquanto ainda têm acesso aos mapas do Google e muito mais.

Compre um cartão SIM local no aeroporto na chegada para taxas de dados mais razoáveis. Basta garantir que o telefone esteja desbloqueado antes da partida, para que seja possível trocar o cartão SIM. Outra opção é baixando o aplicativo Airalo que funciona como um cartão eSIM. Os viajantes podem pagar taxas mais razoáveis ​​por uma quantidade fixa de dados durante um período especificado.

Relacionado: Guia de um mochileiro para a Toscana: 10 albergues acessíveis e bem avaliados para reservar

3 Caminhe o máximo possível

Não há como fugir do fato de que caminhar é a melhor forma de economizar ao viajar pela Europa. Abstenha-se de dirigir e usar o transporte público mediante o pagamento de uma taxa quando a distância for caminhável. A maioria das grandes cidades da Europa Ocidental é extremamente amigável para pedestres, e caminhar o máximo possível é uma ótima maneira de ver mais do destino.

2 Evite Áreas Turísticas

Não é nenhum segredo que as áreas turísticas das cidades da Europa Ocidental equivalem a preços mais altos em tudo, desde acomodação até alimentação. Ao jantar fora, evite comer em restaurantes localizados perto das principais atrações turísticas, como a Piazza San Marco em Veneza ou o Louvre em Paris. Sempre que possível, reserve acomodações em bairros frequentados por moradores e não por visitantes.

Relacionado: Um guia para mochileiros na Espanha: os 10 melhores albergues acessíveis para reservar

1 Viaje na Baixa Temporada

Embora visitar a Europa Ocidental em julho ou agosto possa parecer o sonho dos mochileiros, a realidade são preços mais altos e multidões maiores para enfrentar. Os viajantes podem economizar muito dinheiro em sua aventura de mochila reservando sua viagem na baixa temporada (abril a junho ou setembro a novembro) ou na baixa temporada (janeiro a março).